Reflexo da reflexão

A turma do gargarejo - galeristas, críticos e historiadores quando se emocionam diante de um trabalho artístico logo começam a teorizar, a criar pontos de referência onde só a emoção dita  as razões.

Eles, essa turma inicia um processo de análise ditada pela razão, vão direto na emoção, é mais facil não tem que pensar muito, não tem que acompanhar as pesquisas do artista, só precisam de um dicionário ao lado por serem proclamados doutores.

O artista como não está preocupado com eles, senta e fica ouvindo o  blá, blá, blá, o público fica impressionado como tanta verborragia, acredita que o falante é muito entendido e que o trabalho do artista é muito  bom, mesmo que ele não goste, e o pior mesmo que não seja bom.(ruim)

O curioso de tudo é que os artistas sabem disso e não comentam sobre, claro, é uma perda de tempo com os grilos falantes.

2 comentários:

claudio boczon disse...

Muito bão!

Só li hoje, dois meses depois da postagem, e dia de Natal.

Uma espécie de presente, falando sobre o que tem sido e o que será ainda por um bom tempo.

Abraço!

Selena Sartorelo disse...

E por falar em blá, blá blá...cheguei. recebi um convite de amizade e pensei..gente!! conheço esse moço...é aquele do blog que vivo tentando entender...ás vezes até consigo..o que não consigo mesmo é explicá-lo...e como de costume fui a página agradecer o convite e não achei lugar prá falar, então comecei a ler sua página e encontrei alguns amigos também, vi sua família, as viagens e opiniões... que bom!!! ..então passei aqui prá dizer...Olá Fernando, obrigada pelo convite, seja bem-vindo. Abraços.

Comentários